Alta umidade provoca fenômeno raro em Natal

24 de junho de 2015
Comentaristas:

Os natalenses tiveram uma surpresa na manhã desta quarta-feira (24). A quase sempre ensolarada capital potiguar – que nos últimos dias já tinha presenciado fortes chuvas – amanheceu coberta por uma forte névoa, misturada com um cheiro de fumaça. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn), a ‘névoa úmida’ aconteceu por causa da alta umidade relativa do ar e da queda de temperatura. As fogueiras de São João, comemorada na última terça-feira (24), contribuíram para o fenômeno.

O órgão informou que a média de umidade chegou a 95% durante a madrugada e a temperatura mínima alcançou 22 graus. Como não há a formação de chuva, as partículas de água suspensas no ar ficam circulando até que o sol as faça evaporar ou o vento as desloque, o que formou a névoa. Não é comum a formação de névoa úmida no litoral do Nordeste, por isso o fenômeno foi considerado raro.

O fato teve repercussão nas redes sociais onde usuários inclusive registraram o fenômeno em fotos. Confira algumas imagens que circularam na internet:

Foto: Karol marques

Foto: Karol Marques

Foto: Cintia da Hora/Portal nominuto.com

Foto: Cintia da Hora/Portal nominuto.com

Cidade amanheceu com a visibilidade ofuscada por uma 'fumaça' branca (Foto: Érika Zuza/Inter TV Cabugi)

Cidade amanheceu com a visibilidade ofuscada por uma ‘fumaça’ branca (Foto: Érika Zuza/Inter TV Cabugi)

Deixe seu comentário:

Leia também:

Debate

Somente determinados usuários podem comentar esta notícia, se deseja comentar, por favor entre em contato com o administrador

© 2015 RioGrandedoNorte.Net - Todos os Direitos Reservados

O RioGrandeDoNorte.Net seleciona as notícias mais importantes da semana a partir das mais confiáveis fontes de informação setorial. Em algumas delas, agregamos o noticiário de um assunto em um só item, ressaltamos (negritando) ou até comentamos (grifando) a notícia original, caso pertinente.