“Paredões de som” estão na mira da Polícia Militar

Diversão para alguns, sofrimento para outros. Os popularmente conhecidos “paredões de som” são alvos de polêmicas entre adeptos e críticos. Agora, esse tipo de equipamento está na mira da fiscalização dos órgãos competentes.  A Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam), órgão da Polícia Militar, apreendeu três “paredões de som” neste fim de semana em Natal, Macaíba e São José de Mipibu cometendo crime de poluição sonora. As apreensões só foram possíveis através de denúncias.

Durante as abordagens, os donos dos equipamentos e o material foram apreendidos e levados para as Delegacias da Polícia Civil. O condutor do veículo que possui equipamento de som potente e que esteja infringindo as lei ambientais pode ser preso ou pagar uma fiança estabelecida pelo delegado, segundo informou a Cipam.

Um dos paredões apreendidos pela Polícia Militar (Foto: Assessoria Sesed/Cedida)

Um dos paredões apreendidos pela Polícia Militar (Foto: Assessoria Sesed/Cedida)

“Infelizmente, existem algumas pessoas que acham importante ter um carro com aparelho de som bem potente e usam no volume máximo. Eles não pensam no bem estar dos vizinhos”, reclama a dona de casa Verônica Costa. Ela já denunciou por duas vezes o vizinho da rua onde mora, ele abusava do som alto durante festas familiares até noite adentro. “Quando o diálogo não resolve, a única maneira é denunciar aos órgãos responsáveis.”, explicou.

As denúncias sobre poluição sonora devem ser feitas pelo número 190,  telefone do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP). A demanda é repassada para a central da Cipam.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *