Superação: Aos 22 anos, potiguar ex-aluno de escola pública cursa doutorado na USP

6 de fevereiro de 2015
Comentaristas:

Jocelânio Wesley de Oliveira nasceu no município de Doutor Severiano, interior do Rio Grande do Norte, onde passou parte da vida morando com a avó. Lá ele descobriu o talento para a Matemática no 1º ano do ensino médio na Escola Estadual Cristóvão Colombo de Queiroz, durante a primeira edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), em 2005. Ele acertou 15 das 20 questões da primeira fase das Olimpíadas e ficou em primeiro lugar no ranking geral da escola. No 2° ano do ensino médio, o jovem acertou 19 das 20 questões da primeira fase e recebeu medalha de bronze por sua colocação nacional.

Hoje, com apenas 22 anos de idade, Jocelânio  cursa doutorado em Estatística na Universidade de São Paulo (USP). A sua carreira acadêmica começou em 2008 quando ingressou no curso de Ciências da Computação na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Nesse período, foi bolsista do Programa de Iniciação Científica e Mestrado (PICME) e foi orientado pelo professor Pledson Guedes de Medeiros, que o fez ter mais contato com a área de Estatística.

Com 22 anos, Jocelânio Wesley de Oliveira cursa doutorado em Estatística e quer ser professor universitário. (Foto: Anastácia Vaz)

Com 22 anos, Jocelânio Wesley de Oliveira cursa doutorado em Estatística e quer ser professor universitário. (Foto: Anastácia Vaz)

Desistiu de Ciências da Computação e passou em 1° lugar no curso de Estatística da UFRN em 2011. A bolsa do PICME foi de extrema importância na carreira acadêmica de Jocelânio, que conseguiu terminar dentro do tempo previsto um dos cursos que possui altas taxa de desistência e reprovação.

O estudante teve a oportunidade de receber a bolsa de mestrado ainda enquanto estava no curso de Estatística, o que deu a ele a chance de concluir a graduação e o mestrado no mesmo ano. Ele afirma que tem consciência das várias oportunidades que existem na área em que atua, principalmente com a experiência que adquiriu ao longo dos anos de estudo. Para Jocelânio, o caminho que escolheu teve um peso importante na escolha da sua carreira. “Penso apenas em fazer um bom doutorado para, no futuro, ser professor universitário”, declara.

 

Deixe seu comentário:

Leia também:

Debate

Somente determinados usuários podem comentar esta notícia, se deseja comentar, por favor entre em contato com o administrador

© 2015 RioGrandedoNorte.Net - Todos os Direitos Reservados

O RioGrandeDoNorte.Net seleciona as notícias mais importantes da semana a partir das mais confiáveis fontes de informação setorial. Em algumas delas, agregamos o noticiário de um assunto em um só item, ressaltamos (negritando) ou até comentamos (grifando) a notícia original, caso pertinente.